Por que minha empresa precisa estar na mídia | Assessoria elo.com

Por que minha empresa precisa estar na mídia

 

Num mercado competitivo como é o nosso, algumas áreas ainda mais que outras, não elaborar estratégias de marketing seria um tiro no pé, fadado à falência. E engana-se quem pensa que apenas as empresas de grande porte podem criar um planejamento estratégico de comunicação. As pequenas empresas [PE] também devem deslocar uma verba para isso, para se posicionarem no mercado.

Entre as estratégias de marketing mais eficazes – como já diria o bilionário Bill Gates “se eu tivesse apenas 1 dólar para gastar com marketing, certamente seria com assessoria de imprensa” – estão a assessoria de imprensa e o inbound marketing. Embora sejam trabalhadas de forma conjunta, abordarei os temas de forma separada. Nesse primeiro momento, conheça a assessoria de imprensa.

Assessoria de Imprensa

No mercado da comunicação, a cada dia que passa, as redações estão trabalhando com os jornalistas menos em campo e mais nas suas mesas. Isso, porque o mercado de notícias está mudando, com menos dinheiro e com mais velocidade na divulgação dos fatos. Sendo assim, um dos grandes aliados dos jornalistas é o bom assessor de imprensa [AI], que o fornece boas histórias, por meio dos press releases de seus clientes – texto que contém as informações de uma empresa/marca e que é enviado para o jornalista como sugestão de tema a ser publicado. O trabalho do AI concentra em elaborar estratégias para que seu assessorado figure em matérias importantes, em espaços da mídia, previamente selecionados, de acordo com os objetivos traçados. Hoje, existem três formas de assessoria de imprensa. São elas:

Assessoria de imprensa 1.0 – essa forma de assessoria de imprensa é a mais tradicional e conservadora, que já existe há um século. O objetivo dela é divulgar informações para os veículos de comunicação impressos – os tradicionais jornais diários, revistas, entre outros. Essa é uma forma muito importante, que geralmente está prevista em quase todos os planejamentos – depende da demanda de cada cliente – mas ela já não se basta.

Assessorias de imprensa 2.0 – Em um mundo que está completamente digitalizado, as empresas e marcas não podem deixar de se comunicar nesse universo. Entra em ação, então, a assessoria de imprensa 2.0. No planejamento estratégico de comunicação, têm que estar previstas ações de divulgação para veículos de comunicação digitais. São os portais, sites e blogs. Com press releases específicos, com linguagem digital e características que consigam fazer com que as publicações possam estar bem ranqueadas no Google, a ideia é propagar ainda mais a informação, podendo viralizá-la e alcançar um público cada vez maior.

Assessoria de imprensa 3.0 – Não temos como negar que hoje qualquer pessoa pode se tornar uma importante mídia de divulgação de sua empresa ou marca. A internet nos permite isso. Por isso, precisamos saber nos comunicar com qualquer uma delas. Aqui, entra em ação a assessoria de imprensa 3.0. Com linguagem e abordagem próprias, a agência responsável pelo marketing da sua empresa deve fazer uma pré-seleção de possíveis espaços/pessoas/influenciadores para os quais iremos divulgar. Podem ser, digital influencers, redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter, Canais de Youtube – entre outros.

As três formas de assessoria de imprensa devem ser trabalhadas de forma integrada e são extremamente importantes para as empresas de uma forma geral, levando em consideração que cada empresa/marca possui uma demanda específica. Sabendo trabalhar com essas formas de AI, esse trabalho de se colocar na mídia gera visibilidade, credibilidade, construção de uma marca, incrementa o seu ROI – Retorno do Investimento -, torna a sua empresa [ou o seu negócio] competitivo, estende o seu networking e sua cartela de clientes. Além disso, quanto mais você está na mídia, maior as chances de suas notícias viralizarem, além de maiores as chances de você ser lembrado.